29/06/11

Mênfis e a sua necrópole - Complexos de Pirâmides de Gizé a Dahchur*
Patrimônio Mundial da UNESCO
All Gizah Pyramids.jpg

Pirâmides de Gizé

País Egito
Tipo
Critériosi, iii, vi
Referência86
Região**África
Histórico de inscrição
Inscrição1979  (3ª sessão)

As Pirâmides de Gizé, Guizé ou Guiza ocupam a primeira posição na lista das sete maravilhas do mundo antigo.
A grande diferença das Pirâmides de Gizé em relação às outras maravilhas do mundo é que elas ainda persistem, resistindo ao tempo e às intempéries da natureza, encontrando-se em relativo bom estado e, por este motivo, não necessitam de historiadores ou poetas para serem conhecidas, já que podem ser vistas.
Existe um provérbio árabe que faz referência às Pirâmides:
Cquote1.png[O] Homem teme [o] Tempo, [e] ainda [o] tempo teme as Pirâmides"Cquote2.png

A palavra pirâmide não provém da língua egípcia. Formou-se a partir do grego "pyra" (que quer dizer fogo, luz, símbolo) e "midos" (que significa medidas).
Acessado em : 29.06.2011
Fonte:   http://pt.wikipedia.org/wiki/Pir%C3%A2mides_de_Giz%C3%A9

O passageiro

O Passageiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
O passageiro é um monumento da cidade de Londrina, no estado do Paraná. Está localizado na Avenida Dez de Dezembro, em frente ao Terminal Rodoviário de Londrina, e foi inaugurado no dia 10 de dezembro de 1987 em comemoração ao 55º aniversário da Viação Garcia.
A escultura tem 15 metros de altura, possui colunas de concreto que apoiam uma esfera de cinco metros de diâmetro, que está cortada em três secções e apoiam as duas figuras humanas e a semente, que são feitas em aço inoxidável. A esfera possui um metro de diâmetro e foi confeccionada em latão dourado.
Segundo o artista plástico Henrique Aragão, criador do monumento, as duas figuras humanas simbolizam os viajantes que procuram uma integridade interior e a unidade entre Eros (desejo) e Tânatos (morte). Assim o artista procurou retratar o que ele chama de "homem completo". Uma das figuras busca o interior, pois está voltada para dentro, e a outra busca uma interação com o infinito e com o cósmico, pois tem toda a sua abertura para fora. A semente que fica no centro do monumento significa, segundo o artista, "tudo o que se cria, tudo o que nasce e tudo o que se transforma".
Acessado em : 29.06.2011
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Passageiro

Torre de pisa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Torre de Pisa
Leaning tower of pisa 2.jpg Torre inclinada de Pisa.

Informações
LocalizaçãoPisa,  Itália

StatusCompletado
Construído1174
Conclusão estimada1350
Usocampanário da Catedral de Pisa

A torre pendente de Pisa (em italiano Torre pendente di Pisa), ou simplesmente, Torre de Pisa, é um campanário (campanile ou campanário autônomo) da catedral da cidade italiana de Pisa. Está situada atrás da catedral, e é a terceira mais antiga estrutura na praça da Catedral de Pisa (Campo dei Miracoli), depois da catedral e do baptistério.
Embora destinada a ficar na vertical, a torre começou a inclinar-se para sudeste logo após o início da construção, em 1173, devido a uma fundação mal construída e a um solo de fundação mal compactado, que permitiu à fundação ficar com assentamentos diferenciais. A torre atualmente se inclina para o sudoeste.
A altura do solo ao topo da torre é de 55,86 metros no lado mais baixo e de 56,70 metros na parte mais alta. A espessura das paredes na base mede 4,09 metros e 2,48 metros no topo. Seu peso é estimado em 14 500 toneladas. A torre tem 296 ou 294 degraus: o sétimo andar da face norte das escadas tem dois degraus a menos. Antes do trabalho de restauração realizado entre 1990 e 2001 a torre estava inclinada com um ângulo de 5.5 graus,estando agora a torre inclinada em cerca de 3.99 graus.
Postado em: 29.06.2011
Fonte:  http://pt.wikipedia.org/wiki/Torre_de_Pisa

24/06/11

Ilha De Páscoa

Dados gerais
País Chile
LocalizaçãoOceano Pacífico
Área163,6 km²
Ponto culminante507 m
 História

Ahu Tongariki perto Rano Raraku, um ahu 15 moai escavados e restaurados na década de 1990.
Na pré-história humana, até 1200 a.C., a expansão polinésia é contada como uma das explorações marítimas mais dramáticas. Povos vindos do continente asiático – agricultores, navegadores, aparentemente originários do arquipélago de Bismark, a noroeste da Nova Guiné, atravessaram quase dois mil quilômetros de mar aberto, a bordo de canoas, para atingir as ilhas da Polinésia Ocidental de Fiji, Samoa e Tonga. Os polinésios, apesar da ausência de bússolas, instrumentos de metal e escrita, eram mestres da arte da navegação e da tecnologia de canoas a vela. Seus ancestrais produziam uma cerâmica conhecida como estilo lapita.
Fonte:  http://pt.wikipedia.org/wiki/Ilha_de_P%C3%A1scoa
Acessado em : 24.06.2011

22/06/11

Coliseu De Roma

Coliseu de Roma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Rmn-social-header-1-.svg
Coliseu de Roma
O grandioso Coliseu de Roma
O grandioso Coliseu de Roma
LocalRegio IV Templum Pacis
Construído em68 d.C.-79 d.C.
Construído por/paraVespasiano, Tito
Tipo de estruturaAnfiteatro
Artigos relacionadosNenhum.
Roma Plan.jpg
Blue pog.svg
Anfiteatro Flaviano
O Coliseu, também conhecido como Anfiteatro Flaviano, deve seu nome à expressão latina Colosseum (ou Coliseus, no latim tardio), devido à estátua colossal de Nero, que ficava perto a edificação. Localizado no centro de Roma, é uma excepção de entre os anfiteatros pelo seu volume e relevo arquitectónico. Originalmente capaz de albergar perto de 50 000 pessoas[1], e com 48 metros de altura, era usado para variados espetáculos. Foi construído a leste do Fórum Romano e demorou entre oito a dez anos a ser construído.
O Coliseu foi utilizado durante aproximadamente 500 anos, tendo sido o último registro efetuado no século VI da nossa era, bastante depois da queda de Roma em 476. O edifício deixou de ser usado para entretenimento no começo da Idade Média, mas foi mais tarde usado como habitação, oficina, forte, pedreira, sede de ordens religiosas e templo cristão.
Embora esteja agora em ruínas devido a terremotos e pilhagens, o Coliseu sempre foi visto como símbolo do Império Romano, sendo um dos melhores exemplos da sua arquitectura. Actualmente é uma das maiores atrações turísticas em Roma e em 7 de julho de 2007 foi eleita umas das "Sete maravilhas do mundo moderno". Além disso, o Coliseu ainda tem ligações à igreja, com o Papa a liderar a procissão da Via Sacra até ao Coliseu todas as Sextas-feiras Santas.
Fonte:  http://pt.wikipedia.org/wiki/Coliseu_de_Roma
Acessado em: 22.06.2011

Chichén Itzá


Chichén Itzá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Cidade pré-hispânica de Chichén Itzá*
Patrimônio Mundial da UNESCO
Chichen-Itza-Castillo-Seen-From-East.JPG

Chichén Itzá, pirâmide de Kukulcán.

País México
Tipo
Critériosi, ii, iii
Referência483
Região**América
Coordenadas20º 40' 00" N 88º 36' 00" O
Histórico de inscrição
Inscrição1988  (12ª sessão)
* Nome como inscrito na Lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.
Chichén Itzá (do iucateque: Chi'ch'èen Ìitsha) é uma cidade arqueológica maia localizada no estado mexicano de Iucatã que funcionou como centro político e económico da civilização maia. As várias estruturas – a pirâmide de Kukulkán, o Templo de Chac Mool, a Praça das Mil Colunas, e o Campo de Jogos dos Prisioneiros – podem ainda hoje ser admiradas e são demonstrativas de um extraordinário compromisso para com a composição e espaço arquitetónico. A pirâmide foi o último e, sem qualquer dúvida, o mais grandioso de todos os templos da civilização maia. O nome Chichén-Itzá tem raiz maia e significa "pessoas que vivem na beira da água". Estima-se que Chichén-Itzá foi fundada por volta dos anos 435 e 455. Foi declarada Património Mundial da Unesco em 1988.

[editar] História

Chichen Itzá ganhou proeminência regional em aproximadamente 600 a.C., mas foi no final dos século clássico que tornou-se um grande centro político regional. A ascensão de Chichen Itzá está relacionada ao declínio de outros centros regionais das planícies do sul de Iucatã, como, por exemplo, Tikal.
Algumas fontes etnográficas afirmam que em 987 um rei tolteca de nome Topiltzin Ce Acatl Quetzalcoatl dominou esta região com o apoio de algumas tropas maias e fez de Chichén Itzá a capital, juntamente com Tula Xicocotitlan. A paritr de então houve uma aglutinação entre os estilos arquitetônicos do povo maia e dos toltecas. A arte e a arquitetura desse período mostra uma mistura interessante de Maya e estilos tolteca. Alguns estudiosos afirmam que neste período a região não fora liderada por um único governante, mas por um conselho formado pelos mais notórios cidadãos. Entretanto, recentemente esta teoria vêm sendo menos apontada pelos historiadores durante as pesquisas sobre a origem de Chichén Itzá.
Fonte:    http://pt.wikipedia.org/wiki/Chich%C3%A9n_Itz%C3%A1
Acessado em: 22.06.2011                      

Cristo Redentor-- Rio De Janeiro--


Cristo Redentor


Monumento ao Cristo Redentor no Rio de Janeiro.
LocalizaçãoCume do Morro do Corcovado.
Cidade mais próximaRio de Janeiro, Brasil
Coordenadas22° 57' 6.26" S 43° 12' 37.66" O
Área
Criação12 de outubro de 1931
Visitantes1 947 962 (em 2009)
GestãoGetúlio Vargas

O Cristo Redentor é um monumento de Jesus Cristo localizado na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Está localizado no topo do Morro do Corcovado, a 709 metros acima do nível do mar. Foi inaugurado às 19h 15min do dia 12 de outubro de 1931, depois de cerca de cinco anos de obras. Um símbolo do Cristianismo, o monumento tornou-se um dos ícones mais reconhecidos internacionalmente do Rio e do Brasil. No dia 7 de julho de 2007, em Lisboa, no estádio da Luz, foi eleito uma das novas sete maravilhas do mundo. Dos seus 38 metros, oito estão no pedestal e 30 na estátua, a qual é a segunda maior escultura de Cristo no mundo, atrás apenas da Estátua de Cristo Rei


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cristo_Redentor   
Acessado em   22\06\2011

04/05/11

Monumentos do mundo--Por: Raphael e César

  Toda semana postaremos fotos e curiosidades sobre patrimônios mundiais. 

   Precisamos de sua ajuda para termos publicidade.
     -Deixe seu comentário construtivo para que nosso blog fique cada vez melhor.
                           OBRIGADO PELA VISITA.